sábado, 29 de Janeiro de 2011

Entrevistas de Emprego – As Melhores Dicas

1. Não se atrase! 
Experimente ir ao local da entrevista anteriormente para ver quanto tempo demora. Os transportes públicos poderão ser inúteis, o trânsito estar complicado, mas por mais razoável que seja o motivo do atraso, as suas hipóteses irão reduzir-se se não chegar a horas. Lembre-se – Nunca terá uma segunda hipótese de fazer uma primeira impressão.

Tente chegar cedo. Poderá sempre encontrar um café ou loja em que pode esperar. E se tudo correr mal, e chegar mesmo atrasado, não se esqueça de contactar o entrevistador e avisa-lo.

2. Esteja Preparado
Consulte o website da empresa e aprenda algo sobre ela antes de ir à entrevista. Dê-lhes a oportunidade de falar orgulhosamente sobre algo positivo que tenha encontrado.

3. Escreva e prepare possíveis questões!
Anotar possíveis questões e practica-las com alguém irá facilitar a lembrança quando chegar a entrevista. Fale na terceira pessoa quando se referir ao emprego. Evite soar como se assumisse que o emprego é seu.
Não há problema se referir o alojamento ou pacote incluido – se residir fora é um facto bastante relevante. Não se esqueça de conformar se a empresa garante um resort ou chalet, visto que muitas só lhe disponibilizam o país. Também poderá testar algumas questões, como “qual a diferença da empresa para os seus competidores” ou “qual consideram ser a parte mais complicada do emprego”.

4. Quais os seus pontos menos fortes? 
Não seja fanfarrão ao responder que não tem pontos fracos e na verdade é adepto do perfeccionismo. Tente encontrar uma área da sua experiência onde não se sinta tão à vontade. O entrevistador irá apreciar a sua frontalidade, desde que assuma que essa lacuna pode ser facilmente remediada.

5. Nunca terá uma segunda hipótese de causar uma primeira impressão!
Sorria! Vista-se profissionalmente numa simples combinação formal. Só porque vai trabalhar numa estância de ski, não significa que tenha de usar uns Oakley ou botas da neve para a entrevista. E não se esqueça de aperto de mão firme e manter o contacto visual, sem ficar fixado no entrevistador.

6. Seja Honesto!
Não existe necessidade de mentir acerca das suas capacidades ou do seu passado. Se for apanhado, pode ter a certeza que não ficará na empresa por muito tempo. As entrevistas de emprego centram-se no preenchimento de lacunas. Se não for o indicado para o emprego, o mais provável é que não irá resultar.

7. Verifique o seu CV para possíveis falhas 
Certifique-se que sabe como explicar possíveis falhas nas datas do seu CV.

8. Fale sobre objectivos específicos!
Os empregadores gostam de saber a sua opinião relativa a um sucesso particular. Alguns poderão pedir-lhe exemplos específicos sobre coisas que fez e das quais se orgulhe, ou da forma como resolveu problemas, como aprendeu e melhorou após situações difíceis.

9. Não fale demasiado!
Deixe o empregador falar. A comunicação é um processo com dois componentes, por isso dê-lhe uma chance.

10. Leve uma foto e Cv extra
O empregador não está à espera e isso irá impressiona-lo. Também faz com a empresa se lembre de si após a entrevista.

11. Seja entusiasta e positivo
Não critique colegas passados, especialmente no mesmo ramo. Centre-se nos pontos de vista positivos.

E por ultimo, não desista!

A verdade é que não vai obter qualquer emprego por mais perfeito que considere ser para o cargo. Normalmente, deve-se ao facto do empregador ter sido totalmente cego ao talento que teve à sua frente. Contudo, só no caso do motivo não ter sido este, o feedback dos empregadores onde não foi aceite pode ser importante para melhorar futuros resultados. Pergunte educadamente se lhe podem dar um feedback para o futuro. Existe um emprego para sí algures por aí!!

Boa Sorte!!!

Online Marketing Executive (M/F) Coimbra

Empresa: ISA

Descrição da Empresa:

ISA is an award-winning global company specialized in Telemetry and M2M (Machine to Machine) Communications. ISA is a global leader in different market segments such as: Remote Management for Utilities, including telemetry and remote metering solutions for gas, fuel, electricity and water. The products, solutions, and services offered by ISA are based on its own technology and know-how in the fields of electronics, software development, telemetry and control, which have been accumulated over the past 20 years. The ability to develop and launch innovative products into the market in a very short time is the key to ISA's international success.

Descrição da Função:

We require a dynamic and enthusiastic individual to join the Marketing department to contribute to increased business success through web marketing activities. The chosen candidate will ideally have experience in working in a B2B/B2C environment, creating and updating website content and using a wide range of digital marketing tools. Provide intelligent analysis and reporting of online web analytics through assembly and delivery of monthly reports. Facilitate email-marketing campaigns, to drive incremental revenue, increase brand awareness, and improve customer loyalty. Maintain proactive management and consistent communication with sales team and clients; gather product feedback, customer needs, and overall improvement recommendations; work closely with Product Manager and Customer Support team to ensure that all client needs are met.

Perfil do Candidato:

- Degree in marketing, communications or a related field;
- Three years of online experience with online media or in an agency environment;
- Knowledge of interactive web strategies – such as SEO, SEM, and email marketing;
- Working knowledge of website builds/HTML;
- Experience with website analytics software, Google Analytics, Comscore;
- Experience with affiliate agencies;
- Excellent oral and written communication skills, proficient presentation skills, and strong organizational, analytical and problem solving skills;
- A high level of self-motivation required;
- Proficiency in MS Word, Excel, and PowerPoint.

Contacto:

Palavras proibidas no CV

 



cvgoblin.co.uk
O curriculum vitae é o primeiro passo no processo de conquistar o trabalho para o qual se candidata. Pelo menos é ele que nos abre a porta a uma possível entrevista. Dos funcionais aos cronológicos, um CV pode ser apresentado das mais variadas formas, no entanto, existem palavras que são terminantemente proibidas de usar. 
Quando respondemos a um anúncio, o CV é o primeiro e único documento que chega à pessoa que nos irá entrevistar. Assim, a necessidade de causar boa impressão e de nos realçarmos começa logo aí. Ele é a primeira apresentação aos recursos humanos da empresa que o vai recrutar e o primeiro objectivo não passa ainda por conseguir o lugar em questão, mas sim uma entrevista.
Assim, para que ao ler o seu CV, a pessoa ou departamento que vai efectuar as entrevistas fique logo interessado em contacta-lo, o seu CV deve estar cheio de palavras-chave. As palavras-chaves são fundamentais porque tornam um curriculum mais funcional para além de focarem a atenção para a informação que surge a seguir.
No sentido inverso, existem aquelas palavras ou expressões que não se devem utilizar. Podem castrar logo à partida as hipóteses de resposta à sua carta. 

Tente evitar:
Erros ortográficos. Se tem dúvidas mais vale consultar um dicionário;
Erros de construção frásica. São falhas que se devem evitar a todo o custo. Uma carta de apresentação mal escrita é quase a mesma coisa que morte súbita;
Verbos conjugados no passado. O objectivo é ser activo e mostrar iniciativa. Verbos como fui…, realizei…, elaborei…, não funcionam. Quando estiver a especificar a função que desempenhou use verbos no presente, como exemplo: experiência na realização de…, ou elaboração de…;
Se quer mesmo conseguir aquele emprego de sonho, dedique algum tempo na elaboração do seu CV, para que as falhas não existam. Vai ver que valerá a pena. 

Adaptado de http://aeiou.expressoemprego.pt/PageTree.aspx?PageTreeId=4662

Essencial sobre o CV

Como escrever um CV
Um CV bem escrito e estruturado é meio caminho andado para arranjar um novo emprego. Conheça as nossas sugestões e veja alguns modelos de CV.

Regras de ouro
O seu CV é um cartão de visita que pode fazer a diferença entre um convite para uma entrevista ou a cartinha a dizer que não foi seleccionado.

Portanto, está na hora de transformar o seu CV numa arma eficaz:

Informações relevantes 
Refira todas as informações que salientem as suas mais valias e aumentem as possibilidades de obter uma entrevista.
O facto de organizar todos os anos um festival de sardinhas não interessa quando se candidata para a função de Web Designer. Se, pelo contrário, quer trabalhar numa agência de organização de eventos, a informação torna-se importante.
Molde o seu CV ao emprego para o qual se candidata.

Tamanho reduzido
Tente reduzir o seu CV a duas folhas (se possível, claro).

Bem organizado
Divida o seu CV em secções claras (por ex. dados pessoais, formação, experiência profissional, observações etc.) Coloque bastantes espaços em branco para o tornar mais legível.

Exemplos concretos
Espírito de equipa, capacidade de perseverança e facilidade de contacto são características bonitas, mas sem exemplos concretos ficam vazias de significado. Indique concretamente como, no passado, demonstrou o seu espírito de equipa ou onde já aplicou a sua capacidade de perseverança.

Tipo de CV 
Um CV cronológico fornece uma listagem da sua formação e experiência de acordo com uma sequência lógica no tempo. Um CV funcional junta qualidades e características por área relevante.

Sinceridade 
Uma pequena mentira a seu favor parece inocente mas pode ter consequências negativas. Ao mentir no seu CV arrisca-se a ser apanhado mais cedo ou mais tarde.

Voz activa 
Use verbos dinâmicos e activos como organizar, presidir, ensinar, etc.

Aparência gráfica
Cada CV que envia deve ser uma impressão original. 
Manchas, dobras nos cantos e vincos são proibidos.




Emprego certo ainda antes do final do curso

blog.cidandrade.pro.br

No ISCTE cerca de 85% dos alunos conseguem emprego antes mesmo do fim da licenciatura. Para alcançar esta meta, o instituto promove várias iniciativas como o Career Fórum que arranca já na próxima semana.
A adversidade que caracteriza a conjuntura económica nacional não atinge todos os recém-licenciados. 85% dos finalistas do Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (ISCTE) encontram o primeiro emprego ainda antes de concluírem a sua licenciatura. A instituição de ensino que integra a ISCTE Business School (IBS) regista uma taxa de empregabilidade próxima dos 100% entre os seus alunos. Uma percentagem que decorre também da aproximação constante que a instituição faz ao mercado de trabalho. Um exemplo deste esforço é a edição 2011 do ISCTE Career Fórum, que decorre a 3 e 4 de fevereiro e que se assume como a plataforma privilegiada para fomentar a relação entre os alunos da IBS e as empresas recrutadoras. 

São mais de 60 as empresas que vão marcar presença na edição deste ano do
 Career Fórum , que durante dois dias vai estar nos pisos 1 e 2 do Edifício II do ISCTE. Todas elas têm como missão o recrutamento de alunos da instituição e além dos stands que terão no local, vão promover sessões de apresentação eworkshops junto dos alunos. Esta estratégia de aproximação dos estudantes à empresa é, há muito, seguida pela IBS com uma elevada taxa de sucesso. Clementina Barroso, diretora geral da ISCTE Business School, não tem dúvidas que “este tipo de encontros facilitam muito o contacto entre alunos e empresas e têm sempre no caso da IBS uma grande adesão de ambas as partes”. A responsável explica que “uma elevada percentagem da colocação dos nossos alunos tem início aqui. Há muitos jovens que entregam logo os currículos às empresas presentes, todas elas destacadas organizações do panorama nacional, e em março ou abril já estão a ser chamados para processos de seleção e entrevistas”. 

Para as empresas a relação também tem vantagens. “Interessa às organizações participarem nestas iniciativas, porque conseguem ter contacto com o que as universidades têm para oferecer ao mercado nesse ano e, recrutando cedo têm oportunidade de recrutar os melhores entre os melhores”, argumenta Clementina Barroso. Accenture, AISEC, Banco Popular, Barclays Bank, BDO, Caixa Geral de Depósitos, CapGemini, Cisco Systems, Companhia de Seguros Tranquilidade, Construlink, CTT, Deloitte, EDP, Everis, Galp Energia, Grupo Ren, KPMG, Nestlé, Pepsico/ Matutano, Sonae, Sonaecom, Roland Berger, PWC, NBS e Vodafone Portugal, são algumas das seis dezenas de empresas que estão presentes neste fórum.
 
No ano passado, o nível de empregabilidade do ISCTE foi de 97% para os alunos formados pela instituição na área das Ciências Tecnológicas e 87% para os alunos das Ciências Sociais, segundo os dados do Gabinete de Estudos, Avaliação, Planeamento e Qualidade do ISCTE-IUL. Cerca de 85% destes alunos tinham emprego assegurado antes mesmo do fim da licenciatura, 8% esperava entre um a três meses por um lugar no mercado e 7% nem chegavam a esperar um mês. Deloitte, Caixa Geral de Depósitos, Banco Espírito Santo e KPMG lideraram o top dos recrutadores da instituição. 


Médicos para Saúde no Trabalho – Colaboração/Sociedade

Somos uma empresa prestadora de serviços de SST, autorizada pela ACT, sólida e com elevada credibilidade, respeitada por todos os stakeholders do sector de SST.
Pautamos a nossa actuação por valores de Rigor, Qualidade, Competência, Flexibilidade e Ética.
Procuramos MÉDICOS, para colaborar na nossa Divisão de Medicina do Trabalho:
- que se revejam nos nossos valores e projecto empresarial,
- que apresentem elevado grau de comprometimento com a nossa filosofia de trabalho,
- que pretendam trabalhar com elevados padrões de qualidade do serviço.
Oferecemos boas condições de trabalho, perspectivas de estabilidade e possibilidade de participação na sociedade a curto/médio prazo.
Responder através da funcionalidade “Enviar CV” deste site. Tratamento confidencial das respostas.

Técnico de Informática (M/F) – Lisboa

A Talenter™ promove o talento dos seus colaboradores de acordo com a natureza específica de cada área, proporcionando diferenciadas oportunidades de emprego e soluções na gestão e valorização das Pessoas.
Estamos actualmente em processo de recrutamento de Técnico de Informática para empresa cliente situada na zona de Lisboa.
Descrição da função:
- Gestão e manutenção de hardware e software.
- Gestão de base de dados e redes.
- Programação de sistemas.
Requisitos:
- Habilitações literárias ao nível da frequência universitária – Licenciatura em Engenharia Informática (eliminatório)
- Conhecimentos de Microsoft Access, VBA e Altitude Software (preferencial)
- Conhecimentos de programação.
- Experiência em funções similares (preferencial)
- Boa apresentação.
- Motivação para a função.
- Disponibilidade total e imediata.
Condições:
- Contrato de trabalho temporário

HW Designer Production Interface (m/f)

A NBS, empresa de Recursos Humanos especializada em soluções de Outsourcing, Recrutamento e Selecção e Formação de profissionais na área de Tecnologia da Informação (TI), procura Hardware Designer Production Interface, para integração em empresa de referência internacional.
PROCURAMOS
• Licenciatura em Engenharia Electrónica, de Telecomunicações ou similares; • Experiência de 3 a 5 anos em Desenvolvimento de HW para novos produtos electrónicos; • Experiência de 3 a 5 anos em Interface técnico entre a área R D e unidades de produção de protótipos e séries, e fornecedores; • Fluência da língua Inglesa (requisito obrigatório); • Gosto pelo trabalho em equipa, facilidade de relacionamento interpessoal e forte sentido de responsabilidade.
OFERECEMOS
• Oportunidade para desenvolver uma carreira, numa empresa sólida e em crescimento; • Condições compatíveis com as exigências da função.
Local de trabalho: Lisboa
Anúncio disponível até 26-03-2011

Técnico de Sistemas (M/F) – Tagus Park

A Talenter™ promove o talento dos seus colaboradores de acordo com a natureza específica de cada área, proporcionando diferenciadas oportunidades de emprego e soluções na gestão e valorização das Pessoas.
Estamos actualmente em processo de recrutamento de Técnico de Sistemas para empresa cliente situada no Tagus Park.
Descrição da Função:
- Configuração e manutenção de sistemas informáticos.
Requisitos:
- Habilitações literárias ao nível da Licenciatura em Engenharia de Telecomunicações / Informática (preferencial);
- Programação WEB, PHP, DotNet, WebServices (preferencial);
- Conhecimentos de Linux (preferencial);
- Boa apresentação;
- Sentido de responsabilidade e Espírito de equipa;
- Proactividade e dinamismo;
- Disponibilidade total e imediata.
Condições:
- A negociar.
Junte-se a nós e desperte o seu talento!
http://bonsempregos.com/tecnico-de-sistemas-mf-tagus-park-2/

Técnico de Informática (M/F), Oeiras

A Talenter™ promove o talento dos seus colaboradores de acordo com a natureza específica de cada área, proporcionando diferenciadas oportunidades de emprego e soluções na gestão e valorização das Pessoas.
Estamos actualmente em processo de recrutamento de Técnico Informática para empresa cliente situada em Oeiras.
Requisitos:
- Habilitações literárias ao nível da Licenciatura em Engenharia de Telecomunicações / Informática;
- Experiência profissional mínima de 2 anos em funções similares;
- Sólidos conhecimentos em instalação, manutenção e administração do Sistema Operativo Microsoft Windows 7, Microsoft Windows XP e Servidores Windows 2003 e 2008;
- Conhecimento do software PHC (factor preferencial);
- Conhecimentos de equipamentos audiovisuais (factor preferencial);
- Domínio da Língua Inglesa e Castelhana;
- Boa apresentação;
- Espírito de equipa;
- Sentido de responsabilidade;
- Dinamismo e proactividade;
- Disponibilidade para deslocações;
- Disponibilidade total e imediata.
Condições:
- Pacote salarial atractivo.